DEZ COISAS QUE NÃO DEVERÍAMOS POSTAR NAS REDES SOCIAIS!

Quando criança, eu era bem “barrigudinho”, gordinho mesmo. Nos dias de calor, eu ficava sem camiseta brincando na viela do lado da minha casa.  Mas, bastava alguém desconhecido se aproximar, eu corria pra pegar minha camiseta. Não mostrava minha barriga por nada. Mas, com as pessoas de casa, eu não tinha essa vergonha. Sabia que eles eram da família e tínhamos intimidade. Só exibia a barriguinha pra quem eu conhecia. Vendo minhas fotos de quando era criança, lembrei desse fato e logo fiz uma analogia sobre as redes sociais que tanto usamos!

Quando criamos uma conta em qualquer rede social, acontece algo mágico. Você tem a capacidade de se comunicar com qualquer pessoa do mundo. Não é verdade? Uma interação entre você e seus “amigos” ou “seguidores” começa a surgir. De repente, até aquela foto que você mais se envergonha — do último verão, com uma “sunga e a barriga saliente”– ganha espaço para você publicar, sem qualquer pudor. Você perde a vergonha e se sente em intimidade com quem curte suas postagens, como se fossem “pessoas de casa”. Na internet, muita gente tem tirado a camiseta e mostrado cada conteúdo…

Pior! Logo você passa a compartilhar situações que não são boas para o seu convívio social, da vida real. Na verdade, o que até hoje não ficou claro ainda é: a internet oferece redes sociais ou redes virtuais? Na minha filosofia de vida, “social” vem do se socializar, ter “contato pessoal” com qualquer pessoa, muito diferente de ter um “contato virtual”, sem olhar “olho no olho” e toda situação em que devemos tomar cuidado com desconhecidos.

Então, enquanto não sabemos com quem, de verdade, estamos tendo contato virtualmente, vou postar dez dicas do que não se “deveria” postar nas redes sociais.

1 – Ostentação. “Comprei um carro. Obrigado, Deus, pela conquista!”

Devemos ser gratos a Deus, em oração e louvor! Não adianta nada você fazer um agradecimento a Deus pelas conquistas, sendo que, na verdade, sua intenção é causar inveja nas pessoas pelo seu sucesso. Em um mundo de crise, conquistas são realmente invejadas e, ao expor seu carro ou qualquer bem material, você está correndo perigo! O coração invejo não mede esforços para desejar o mal. E você ainda vai lá e cutuca provocando uma situação…Sejam mais cuidadosos nesses aspectos, ainda que sem essa intenção você poste algo, sem malicia, que possa provocar inveja (dentro desse aspecto), CUIDADO!

Conte suas conquistas para seus amigos, apenas. Seria um tanto constrangedor você chegar pessoalmente para um desconhecido, abrir um sorriso e dizer: COMPREI UM CARRO! Falar isso no facebook da essa impressão para os desconhecidos.

2 – Discutir relacionamento.

Não basta brigar e não conseguir (pelo menos) se entender ou perdoar o cônjuge! Tem que postar nas redes sociais. As pessoas não têm nada com sua vida, mas a maioria das pessoas gosta de intrigas e brigas. Se você precisa dizer algo para o seu cônjuge, fale em particular. Converse! Postando insultos nas redes sociais você está acabando com a sua moral. Precisamos preservar a nossa integridade porque Jesus nos chamou para uma grande obra. Quando expomos esse tipo de problema, sem sabedoria, com a intenção de ofender, as pessoas perdem a fé pelas nossas atitudes. Saibamos controlar o nosso eu e consertar a vida com quem nos fere! Mágoa não é bom e com o facebook, pior ainda!

3 – Discutir política.

Estamos em um país democrático. Estamos em um país cheio de corrupção, em qualquer partido. Devemos ser sábios ao defender uma bandeira política (vamos dizer assim para não polemizar). Agora, ficar debatendo e ofendendo seu irmão porque ele não tem a mesma visão que a sua é super complicado. Se não for pra edificar, fique quieto. Não caia nesta armadilha perigosa da discussão. Não torne a repercussão do que você fala, a sua pior inimiga! Se Deus veio prover vida enviando Jesus para se sacrificar pelo pecado humano, por que você se orgulha se caso acontecesse a morte de tal político? Devemos orar pelas pessoas que pecam. Orar por quem vota e escolhe políticos corruptos. Orar para que eles, em tempo, conheçam o DEUS que você conhece e tem a obrigação de testemunhar! É melhor ter paz do que a razão, já dizia e velho e bom dito popular chinês. Quem tem razão, geralmente não dorme bem pensando em se defender e ter razão, propriamente dita. Erga um espírito de paz! Ore e entregue suas queixas contra a política brasileira na mão de Deus, pedindo misericórdia pelos faltosos!

4 – Curtir e compartilhar tragédias.

Se você caísse na rua, você gostaria de ter o vídeo do seu tombo postado na internet? Se um parente seu morresse, você se alegraria com as fotos do corpo todo mutilado rodando seu feed de notícia? Você acha realmente necessário postar fotos das crianças mortas na Síria em ataques? Não seja um compartilhador do mal. Satanás ama que essas coisas ganhem repercussão a fim de que as pessoas cheguem a perguntar: onde está Deus? Esse tipo de notícia leva muitos a duvidarem de Deus, o porquê Ele permitiu tal coisa! Sendo que o autor do mal é o Diabo. Além disso, quem posta esses tipos de imagens fortes, tem uma certa apreciação pelo conteúdo. Isso precisa de tratamento! Não é normal uma pessoa postar tal cena como se fosse um simples post. Se faz isso para obter curtidas, é com a dor alheia que se faz isso?

5 – Se passar por intelectual.

Basta uma polêmica e lá está você firme e pronto para colocar-postar sua posição. Em assuntos religiosos, esportivos, políticos e sociais sai cada picuinha. Muitas vezes, a vontade de ser notado somado com o exagero, geram as polêmicas. Então, cuidado! Tenha paz no coração ao sentir o desejo de escrever a sua opinião. Se ninguém a pediu, melhor evitar problemas!

6 – Aumentar a verdade.

Às vezes o fato até aconteceu! Mas sempre com uma pontinha de mentira para dar mais credibilidade… Mentira dá credibilidade? Até que se descubra a verdade, sim. Então, não se passe por mentiroso no final das contas. A credibilidade deve estar em você. O que você fala deve ser verdade, do contrário, as pessoas deixarão de acreditar em você! Então, qualquer notícia estranha que você tenha vontade de compartilhar… pesquise antes. Veja se aquilo é realmente verdade.

7 – Evite postar aonde você está.

Fazer check-in ou check-out de onde você esteve ou está?! Se estiver sozinho, evite! Você pode se colocar em risco como também pode colocar sua família em risco. Umas das preocupações da segurança pública são os sequestros relâmpagos. As pessoas postam que estão com dinheiro fazendo compras em determinado shopping, depois reclamam que foram assaltadas. Parece exagero, mas não podemos dar margem aos problemas. São pequenos detalhes que podem se transformar em problemas, talvez, pro resto da vida!

8 – Alfinetadas.

Alfinetada é a mesma coisa que cutucar casa de marimbondo em dia de sol quente. Infalível para se ter o troco, a resposta, a alfinetada de volta. A verdade é que quando alfinetamos, estamos subtendendo com indiretas que alguém está fazendo algo errado. E nosso julgar é falho, desde a exposição do caso, até nossas palavras, se entrarmos em discussões. Mesmo que você tenha certeza de algo, melhor não se envolver, ou então, deixa pra quem possa responder.

9 – Sensualidade.

Esses dias vi a foto de uma jornalista famosa, com decotes. O que me surpreendeu é que essa jornalista é casada e tem filhos ainda crianças. Ela curtia cada comentário, como se estivesse gostando de ser chamada de “gostosa”. Pensei comigo: nossa, o marido deve ficar bem mal com a mulher postando esse tipo de foto e um monte de homens a cobiçando. No outro dia, numa coluna de fofoca do jornal, comentários que o marido da jornalista postou no twitter que iria se separar. Não gostou da repercussão das fotos e os comentários. Onde está seu valor? Nas curvas do seu corpo? No tempo que você faz academia para tirar selfies da barriga tanquinho? O que você tem mais de valor é isso? Cuidado! Tem muita gente que cobiça esse tipo de conteúdo. Começam olhando e logo querem tocar. Se Deus te deu um corpo bonito, que ele seja de uso exclusivo seu e de quem você divide intimidade. Se você faz isso buscando ser valorizado pelas pessoas, com elogios, além de você deixar de ser exclusivo(a) para alguém especial, sua foto na internet repercute como um produto numa vitrine. Você numa vitrine passa a não ser de ninguém, e o preço é você quem paga, muitas vezes, caro demais!

10 – Palavras de baixo calão.

Você pode se irar com algo, mas nunca pecar. Expressões pesadas, palavrões, poluem a internet. Nas principais redes sociais, tiveram que elaborar um botão para você denunciar esse tipo de abuso. Além de fotos pornográficas, falar palavrão também fere principais regimentos de conduta das redes sociais. Milhares de processos enchem as gavetas do judiciário por conta de insultos e calúnias, pessoas que se xingam pela internet. Cuidado ao se expressar! “Cuidado boquinha com o que fala”, assim dizia a canção.

Amigos, por que escrevi isso?

Segundo estatísticas:

5% dos seus contatos do Facebook são realmente amigos.

10% dos seus contatos do Facebook são apenas conhecidos.

30% dos seus contatos do Facebook são de pessoas que você apenas conhece de vista.

50% dos seus contatos do Facebook são de pessoas que você não conhece.

5% restante dos seus contatos do Facebook são de pessoas desconhecidas que você conversa para ter amizades!

Que imagem estamos passando de nós para o mundo? Muita gente má se passa por boazinha e muita gente boazinha se passa por má. Que ironia. Fecho essas advertências com um lindo verso bíblico:

Filipenses 4:8: Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento… “e postado nas redes sociais” – grifo meu.

Seja um exemplo para o mundo, uma luz fulgurante que jamais deixe de brilhar.

Com estima cristã,

Roberto Passos

The following two tabs change content below.
Nasceu em São Paulo, na cidade de Barueri. Atualmente reside na cidade de Cotia, próximo da Grande São Paulo. Destacou-se com a qualidade de diversos trabalhos na internet por seu profissionalismo e dedicação. Apesar do bom conhecimento da área de web, Roberto Passos é um designer gráfico que atualmente administra sua empresa em São Paulo, oferecendo serviços Gráficos e Digitais para todo o território nacional. Roberto é adventista de berço, membro da IASD localizada no bairro de Pinheiros - SP, amante da música sacra e pianista. E-mail: sdmidia@sdmidia.com.br

Latest posts by Roberto Passos (see all)

Receber lindas mensagens do site